Você está aqui: Home > Alimentação > Aloe Vera, conhece?

Aloe Vera, conhece?

É a famosa Babosa, sabe? Olha ela aí embaixo:

Aloe vera ou babosa

Lembrou? É…essa plantinha esquisita que você adorava cortar quando era pequeno (a) para ver aquela meleca saindo, e está sendo muito falada e deseja por muitos!

O Aloe vera é uma planta utilizada para diversos fins medicinais há muitos anos. Tem folhas espinhosas verde e no interior parece ter uma espécie de geléia/gosma. Existe mais de 400 espécies e são poucas as que são próprias para o consumo humano.

Segundo simpatizantes, tem benefícios como antibiótico, adstringente, coagulante, cicatrizante, alta capacidade de reidratar tecido danificado por queimaduras, estimula a digestão, etc. E melhora, em caso de doenças, como diabetes, pressão alta, gastrite, câncer (reduz efeitos da quimioterapia), unha incravada, artrose, acne, congestão nasal…

aloe vera

Geralmente é utilizada para problemas relacionados com a pele (acne, queimaduras, psoríase, hanseníase, etc), sendo um poderoso regenerador e antioxidante natural.

Apesar de ser chamada de planta medicinal, não existem estudos sérios comprovando que a babosa traga algum benefício quando ingerida. Sua única indicação medicamentosa aceita pela Anvisa é o uso tópico, em queimaduras e outros problemas de pele.

A babosa contém excelentes nutrientes, com importantes proteínas, ligninas, vitaminas (do complexo B, C) e sais minerais como magnésio, cálcio, zinco e várias enzimas.

Esta planta está sendo muito requisitada na sua forma de suco  (aloe vera juice), na qual representantes de venda primam em dizer que: primeiro o aloe vera tem a função de desitoxicar, depois nutrir, e em terceiro lugar fortalecer o sistema imunológico.

Alguns nutricionistas e médicos, indicam alegando que o aloe vera promove:

  • Saúde Intestinal: ajuda em doenças inflamatórias, síndrome do intestino irritável, intestino preso, diarréia, ajuda a multiplicar as bactérias benéficas;
  • Saúde do Estômago: ajuda a proteger o estômago contra a úlcera gástrica;
  • Melhora no Diabetes: o aloe vera promove uma proteção nas células do pâncreas que produzem insulina; tem efeito hipoglicemiante; protege órgãos como rins, cérebro, fígado de ação antioxidante, evitando assim as doenças;
  • Saúde Imonológica: fortalece o sistema imunológico através das substâncias acemannan e glucomannan;

A casca da aloe vera tem uma substância tóxica, a aloína. Para fazer o suco é preciso retirar toda a casca. É super recomendado não fazer o suco em casa, e sim comprar pronto. É fácil de encontrar em farmácias, mercados municipais ou lojas de produtos naturais.

Grávidas não podem utilizar o aloe vera porque o aloe vera tem uma substância que pode gerar contração na musculatura lisa do útero, e pode ser abortiva.

Então gente, no Brasil, o uso de Aloe Vera é autorizado apenas para a produção de alguns cosméticos – principalmente para cabelos – e medicamentos fitoterápicos. Como alimento, segundo informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a babosa apenas é permitida como aditivo alimentar, ou seja, como aroma. Já que faltam pesquisas que comprovem a segurança alimentar e para a saúde do consumidor.

gosma aloe veraNo caso,  a empresa que comercializa alimentos com Aloe Vera deve solicitar à Anvisa a avaliação de segurança de uso desta substância como ingrediente de alimentos. E não são permitidas alegações de propriedades terapêuticas e medicamentosas para alimentos, conforme estabelece o artigo 56 do Decreto-lei 986/1969 e a alínea “f” do item 3.1 da Resolução RDC 259/2002. Dessa forma, alimentos que utilizam esse tipo de alegação estão irregulares perante a legislação.

Mas, como os sucos de aloe vera são bebidas extraídas de um vegetal, esses sucos são legais. Quando entram na linha dos fitoterápicos, eles fogem da regulamentação vigente.

Você tomaria ou faria uso de Aloe Vera? E será que seus amigos fariam?

Compartilhe, curta nossa FanPage!

Responda

Seu email não será publicado

*