Você está aqui: Home > Alimentação > Comer para crescer

Comer para crescer

Enquanto algumas pessoas querem emagrecer, outras precisam de muito treino e até acompanhamento de nutricionista para ganhar massa de forma saudável

dieta de engorda

Foto de Mel Gabardo

Ao completar 17 anos, o lutador Goiti Yamauchi entrou para o circuito profissional de seu esporte, o MMA. Mas havia um problema: com seus 1,79 metro de altura, ele tinha apenas 68 quilos. Hoje, dois anos depois, Goiti ganhou mais de 10 quilos de “pura força”, como ele mesmo define. Toda essa massa magra se deve à disciplina do atleta, mas não seria possível sem o acompanhamento de seu preparador físico e da nutricionista Christiane Vitola.

Existem muitos fatores que levam à dificuldade de engordar, como a genética, o metabolismo, o ritmo de vida, estresse e tipo de alimentação. No entanto, segundo Christiane, uma dieta adequada aliada a uma rotina de exercícios físicos são suficientes para mudar a composição corporal. “É possível diminuir massa gorda só com a alimentação, mas para um ganho de massa magra é essencial que o exercício esteja junto”, explica.

Então, o mais adequado para esses casos nem é falar “engordar”, porque o objetivo não é adquirir mais gordura corporal, e sim aumentar a massa magra, ou seja, os músculos. “É muito importante não levar o cálculo de IMC a risca. Existe um exame chamado bioimpedância, com o qual é possível verificar quanto existe de massa muscular e quanto de gordura em cada organismo. Só a partir destes resultados se elabora uma dieta”, alerta.

No caso de Goiti, a dieta prevê seis refeições diárias. De manhã, uma fruta, duas porções de carboidrato e uma de proteína (peito de peru ou queijo). Antes do treino matinal, cinco biscoitos salgados. No almoço, são duas porções de carboidrato (arroz e batata ou feijão), dois pedaços de carne, salada à vontade e mais biscoitos salgados para um lanche no meio da tarde. Às 18 horas, Goiti come um sanduíche e a janta segue a mesma lógica do almoço, mas sem carboidratos. Durante o dia, claro, é fundamental beber muita água.

Malhação

Atleta profissioal, Goiti treina três vezes por dia, totalizando seis horas diárias. No entanto, pessoas comuns também podem ter sua rotina alimentar e de exercícios personalizadas para aumentar a massa magra. É o caso de Consuelo Buquio, uma bancária de 34 anos. Com 1,59 metros de altura e 49 quilos, cansou de ouvir dos amigos que estava magra demais. Foi então que decidiu iniciar treinos de musculação cinco vezes por semana e buscou a orientação de um nutricionista. “Decidi que o meu objetivo era ganhar peso, mas saudavelmente, ganhar massa muscular. Hoje, após quatro anos de treino, estou com 57 quilos e muito feliz com o resultado alcançado”, conta.

Consuelo conta ainda que sua dieta varia de acordo com os treinos: quando faz exercícios para ganhar massa, come cerca de 3,2 mil calorias diárias; quando é para definição, a bancária reduz a quantidade de carboidratos e as calorias chegam a cair quase pela metade.

A dieta pode ser personalizada e os exercícios têm propósitos diferentes. Mas tanto Goiti como Consuelo demonstram algo em comum: a satisfação por terem conseguido “domar” o próprio corpo.

dieta para engorda

Escrito por Aline Baroni

Um comentário

  1. Muito bom artigo

Responda

Seu email não será publicado

*