Você está aqui: Home > Alimentação > Ortorexia !?

Ortorexia !?

O Jornal Hoje, de hoje, falou sobre a ORTOREXIA. Que é um transtorno alimentar, que surge quando a pessoa se torna obsessiva quanto à qualidade do que consome. Tem uma fixação “patológica” em alimentação saudável e benéfica como meio de perder peso, superar uma doença crônica, ou incrementar a saúde de forma geral.

Os portadores procuram somente alimentos saudáveis e sempre verificam o conteúdo nutricional de cada alimento que consomem.

Diferente da anorexia ou bulimia, uma pessoa “ortoréxica” permite-se comer, mas fica tão obcecada com o que consome que todos os seus pensamentos ficam ocupados com a dieta.

São vidrados nas calorias, vitaminas e nutrientes, e dispensam qualquer alimento que possua o mínimo que se pensa não ser permitido, e assim não consomem.

Esse distúrbio pode começar com o desejo de ter um estilo de vida saudável. Primeiramente, corta a carne vermelha, logo exclui todos os tipos de carne, e aí “deleta” do paladar todos os alimentos processados, levando a consumir somente alguns alimentos com seus preparos específicos. Assim, com essa dieta rígida fica difícil consumir fora de casa. Se restringe a consumir preparações que não sabe como foram feitas.

Alguns especialistas acreditam que a ortorexia está baseada em fixação obsessiva na alimentação, como na anorexia ou bulimia. A diferença é que a ortorexia se fixa na definição dos alimentos “corretos”, alimentos que podem ser consumidos com segurança. Uma pessoa com ortorexia gasta tanto tempo e energia pensando em alimentos quanto alguém com bulimia ou anorexia. Podem não questionar os aspectos calóricos, mas ponderam todo o tempo sobre os benefícios totais da saúde, como o alimento foi processado, preparado, etc.

A dieta limitada também coloca a pessoa em risco de ficar mal nutrida, jejuar e evoluindo para bulimia. Os traços característicos das pessoas com anorexia e ortorexia são muito semelhantes (perfeccionismo, autocrítica exacerbada, etc.), o que é causa de preocupação.

O tratamento é difícil, pois muitos ortoréxicos acham que não têm necessidade de qualquer tipo de ajuda. São orgulhosos de suas escolhas dietéticas, e não pensam ser necessário aprender a comer “normalmente”, desde que consideram a comida “normal” como perigosa e danosa.

O que essas pessoas escolhem é visto como sagrado para elas, o que torna o trabalho do nutricionista-educador bem difícil. Algumas pessoas pensam que se consumirem somente alimentos “limpos”, terão um peso e saúde ideal. A verdade é que o consumo exagerado de qualquer alimento vai acabar em armazenamento como gordura. Ou a falta de certos tipos de alimentos torna o indíviduo carente e deficiente em nutrientes importantes. A nutrição tem a preocupação com as calorias ingeridas X calorias eliminadas, mas juntamente com o equilíbrio energético e com a preocupação em nutrir o organismo. Deve entrar na vida de qualquer um, de maneira harmoniosa, com qualidades organolépticas, sem agressão aos costumes e hábitos dos pacientes envolvidos.

Até…

Obs.: acho que eu tenho um pouquinho disso =P….Mas dá um tempo! Eu sou nutricionista, né? Tenho que possuir informações para passá-las corretamente…hehe

Responda

Seu email não será publicado

*