Você está aqui: Home > Alimentação > Dicas para perda de peso no final de ano

Dicas para perda de peso no final de ano

Final de ano aí, festas chegando e aposto que você pensa: Uhuuu! Festas…muita coisa boa para comer! Ah, mas eu não posso. Quero estar em forma para o verão!

O desejo de perder alguns quilinhos é o item mais pedido na lista do Papai Noel por adultos todo o ano! Papai Noel pode lhe ajudar se você for “apadrinhado” por alguém e ganhar uma lipoaspiração, cirurgia de redução de estômago, massagens modeladoras, etc.!

Mas que tal ganhar VERGONHA NESSA CARA e se mexer pra valer?

Sei que a confusão mental acontece devido muitas informações que surgem de TV, “revistas pinóquios”, jornais, internet e famosos buxixos!

Mas olha só, difícil não é. Você só precisa encontrar uma coisa que você perdeu. Sabe o que é? FORÇA DE VONTADE!

Pois lendo meu blog, você já sabe a “receita do purê” para emagrecer saudável! Você precisa aumentar o consumo de frutas, verduras, grãos integrais, água e exercícios físicos.

Quero lhe dar umas dicas do que você tem que prestar atenção para não fazer, ok?

– Esqueça as dietinhas que houve por aí! As dietas restritivas é o conumo de poucas calorias, que realmente causa uma perda de peso no início, já que esta dieta não dura por muito tempo e após essa dieta ocorre o consumo “descontrolado” de alimentos, que lhe trará o ganho de peso. Mas o mais trágico dessa notícia é, que muitas vezes, o ganho de peso é superior ao peso inicial.

– É um erro ficar longos períodos sem se alimentar. Concordo com você que se não comer, realmente emagrece! Mas quem aguenta? Ficar longos períodos sem alimento, faz com que o metabolismo poupe energia diminuindo o seu metabolismo, e você sentirá muita fome. O que pode acontecer depois? Já imaginou, né? Aquela mesa farta …e a farto peso depois! =S

– O que você tem que saber distinguir é: fome real da fome emocional. Cai na real! Você estará realmente com fome depois de 3h de uma refeição. E a emocional, bom pensa naquela criança que quando vai viajar mal entra no carro e diz: Mãe, tô com fome! Hehehe, essa é a emocional, vem a qualquer momento, vem de repente! E a fome real vai aumentando aos poucos e você sacia temporariamente com líquido (água). E a emocional não. Entendeu porque lhe indicam tomar água quando você sentir fome e estiver próximo do almoço? É para você criar vergonha na cara e parar de ficar desejando comidas, doces, guloseimas e esperar a comida de verdade! =P

– Ficar sem comer carboidrato, não! Este é uma ótima fonte de energia para nosso corpo e principalmente para o cérebro. Você só precisa controlar o que ingere. O recomendado é que 50 a 60% da nossa dieta seja composto por carboidratos. Prefira os integrais!

– Deixe a pressa longe da mesa na hora de comer. O nosso estômago leva em torno de 20 minutos para “avisar” o cérebro de que está satisfeito. Por isso, quando você com rápido, você está ingerindo mais do que o necessário, e os alimentos mal mastigados terão uma má digestão e a absorção dos nutrientes.

– Saber escolher os alimentos, também ajuda e muito! Não pense que por ser pequeno, não terá muitas calorias. Pois sabemos que 1g de carboidrato ou proteína contém 4 kcal, já as gorduras contém 9 kcal e o ácool possui 7 kcal. Por isso, cuide na hora de escolher os entre um alimento frito ou assado, petiscos e bebidas.

– Antes de ir ao mercado, deixe a fome em casa. Porque sair com fome para fazer compras faz com que você compre coisas que não deveria ter comprado. Ficará mais difícil de controlar a compra de alimentos gordurosos e de caloria vazia!

– Quando se fala em alimentos saudáveis não se quer dizer que não engordam. Eles são alimentos nutritivos, ricos em nutrientes! Ser saudável é ter moderação. É por isso que existe a diversidade em alimentos: vários grãos, várias frutas, várias verduras, carnes! Para não ficar monótono e não ingerirmos grandes quantidade de um só alimento. O azeite de oliva é saudável, mas se consumir em excesso pode levar a um aumento de peso. Assim como granolas, abacates, massas integrais.

– Deixar o pensamento “descontrolador” florescer quando se tem um evento (jantar, festas). Pense que você poderá comer um pouco a mais do que o normal, mas nada de exagerar. Tenha educação e etiqueta à mesa, mostre que é moderado.

Espero que assim você consiga superar os obstáculos e cumprir a meta de emagrecer para o verão!

Responda

Seu email não será publicado

*